GRANDE DICIONÁRIO DO QUADRINHO NACIONAL

Com 1.035 Verbetes

Um dicionário não se escreve da noite para o dia. Pode levar anos. Ou mais de meio século, como este que você tem em mãos. Surgiu quando o jornalista e crítico cultural Gutemberg Cruz começou a ler quadrinhos, no início da década de 1960. De lá para cá, ele colecionou praticamente tudo que saiu de artistas brasileiros e fichou todos os personagens. Dos mais famosos como Pererê, Mônica e Rê Bordosa aos menos conhecidos, mas que foram publicados em jornais ou revistas. O resultado está aqui, com 1035 criações reunidas em uma obra de fôlego, ousada e desafiadora que nasce como referência de pesquisa e estudos da HQ Nacional.